quarta-feira, 16 de setembro de 2015

A história do mago Merlin

             As histórias da Tavola redonda são base de metade da fantasia medieval atual. Grandes autores com  J. R. R. Tolkien e C. S. Lewis beberam diretamente dessas fontes ( entre outras) na criação de seus mundos fantásticos. A Disney tem seu "A Espada Era Lei" no cinema e Hal Foster conquistou o mundo dos quadrinhos com seu "Príncipe Valente".Mesmo no mundo dos super-heróis temos o "Cavaleiro Negro" da Marvel e o"Cavaleiro Brilhante" da DC Comics.
               Aqui temos uma versão diferente, criada ha 200 anos atrás por um casal de italianos a partir das versões francesas da história. Um versão focada em Merlin!
             Assim, a história dos pais do personagem e a origem de seus poderes. Creio que o título do capítulo IV é perfeito para sintetizar o que ocorre sem mostrar os detalhes "Merlin, filho de Deus e do Diabo, recebe de ambos incríveis dons". Inicialmente precisando salvar sua família terrestre, Merlin se envolverá em disputas políticas e míticas. Uma delas transparece no capítulo com o título "Sobre sete astrólogos perplexos e os mensageiros enviados para matar Merlin". Se fingindo de ingênuo e com jeito brincalhão, mesmo para falar as coisas mais trágicas, o mago nato sacode as bases de poder e expões uma hipocrisia de uma sociedade que ainda não assimilou o conselho "quem não tiver pecado que atire a primeira pedra".