segunda-feira, 27 de outubro de 2014

JOGANDO XADREZ COM OS ANJOS

       Quem aqui já assistiu ao filme "A princesinha " na  famosa "Sessão da Tarde" conhece a história da menina quase orfã que é largada pelos pais para viver sob uma tutora rígida que a maltrata, encontrando esperanças no seu mundo interno onde a fantasia e a realidade se mescla de forma tão sutil e encantadora.
Fabiane Ribeiro, Jogando Xadrez com os Anjos, anjos, A Princesinha, Labirinto do Fauno, Matilda, Segunda Guerra Mundial, Inglaterra, literatura brasileira, literatura nacional,
      Já outro filme do gênero, onde a própria família é parte do mal que corrói a garota, temos "Matilda", cuja fantasia interna da criança é realmente capaz de se materializar em nosso mundo.
      Lembrando ambas as produções, entre outras do mesmo estilo, temos o livro  "Jogando Xadrez com os Anjos". Em uma Inglaterra em reconstrução após a Segunda Guerra Mundial,  Anny vive isolada do mundo pelos pais por um motivo misterioso, até ficar aos cuidados de uma tutora cruel que transforma a jovem numa verdadeira escrava dentro de casa. Auxiliando-a no mundo real temos o travesso Pepeu, o poeta com ares de Peter Pan, que secretamente auxilia a menina.
      Já na interface entre a realidade e alma temos o Mundo do Xadrez, criado pela mente da garota para mergulhar em busca da alívio e esperança onde terá contato com seres que são mais reais do que ela poderia imaginar.
        Talvez um dos maiores êxitos do livro seja a reflexão sobre a natureza do sofrimento. Afinal, como lidar quando somos magoados por aqueles que mais amamos? Como lidar quando descobrimos que alguém, aprecia nosso sofrimento? Como lidar com o sofrimento alheio? O contexto da obra, situado numa época onde os órfãos e a insanidade proliferaram devido a guerra, onde pessoas sombrias aproveitam do caos pós conflito  para prosperar como abutres, alimentando-se da tragédia alheia, é o clima perfeito para desenvolver a história.
       O poder da imaginação humana mostra-se, quando aliado ao amor, como a grande chave para combater o mal, seja na forma dos guerreiros de cristal inspirados no tabuleiro de Xadrez que auxiliam nossa heroína, seja na própria jovem capaz de de achar a beleza em cada detalhe que vê, seja no próprio Pepeu, que usa sua criatividade para ajudar os outros ( e cuja história de vida é uma da partes mais belas do livro).
         Desta forma, mesclados numa trama cheia de mistério ( Qual o segredo dos pais de Anny? Por que seus tutores são tão amargos? Qual a verdadeira natureza do Reino do Xadrez  que parecer ser mais que uma criação mental da garota?), esses elementos conduzem a trama deliciosa escrita por Fabiane Ribeiro.
       Se o filme "Labirinto do Fauno" ( cuja protagonista é uma garota que vive num mundo mágico para escapar do horrores da segunda guerra mundial) tivesse uma continuação, com certeza teria que ser escrita pela autora desse livro.

domingo, 5 de outubro de 2014

Realidades Adaptadas


   Hoje temos não um romance, mas o livro de contos que reúne as histórias de Philip K. Dick que originam grandes obras do cinema! Para quem não conhece, é o escritor do livro que originou "Blade Runner, o Caçador de Andróides". Além disso, é um dos autores de ficção científica com maior número de histórias adaptadas para o cinema, tanto que o livro reune 7 delas!
     E por que "Realidades Adaptadas"? Porque todas tem em comum o questionamento sobre a percepção do mundo, seja interior ou exterior. Então, vamos para as histórias!
Agentes do destino, ficção científica, Impostor, Marte, mutantes, O pagamento, O relatório minoritario, O vidente, O vingador do futuro, Philip K. Dick, Realidades adaptadas, Screamers, viagem no tempo,


Lembramos você a preço de atacado : História que  originou "O vingador do futuro"! Aqui existe um mercado de lembranças artificiais, onde você pode comprar uma aventura que será implantada no seu cérebro para tornar sua vida mais divertida. A idéia de memórias falsas é tema recorrente em histórias fantasia e ficção científica, sendo o melhor exemplo o herói Wolverine, cujas lembranças foram implantadas para torná-lo um assassino, da mesma forma que o herói Bloodshot e em milhares de outras aventuras. Mas aqui é o próprio protagonista que quer implantar memórias falsas em si mesmo!  Apesar de muitos verem isso como distante da realidade, quando observamos o funcionamento do cérebro observamos estudos indicando que cada vez que lembramos de algo aquela memória é modificada naturalmente pela nossa química cerebral. Até onde nossos lembranças são aquilo que vivemos e aquilo que acreditamos ter vivido?

Segunda variedade: Inspirador do filme "Scremers", temos um planeta devastado onde a guerra entre os EUA e a União Soviética resultou na criação de robôs combatentes que tornaram o mundo quase inabitável. Considerando o fato da história ter sido publicada em 1954 , me pergunto se ela não seria a real inspiração para filmes como "O Exterminador do futuro".

Impostor: Base do filme homônimo, uma guerra da Terra contra alienígenas resulta na paranoia da existência de robôs disfarçadas de humanos capazes até de simular nossa biologia, para desespero de quem quer identificá-los. Seria essa a fonte de idéias pro seriado "Battlestar Galactica"?

 O relatório minoritário: "Minority riport-A nova Lei", é um dos meus filmes prediletos e o conto que o originou me arrebatou igualmente em sua narrativa. Como no filme, o sistema Pré-Crime é capaz de identificar criminosos antes que estes cometam suas atrocidades. com o livro se passando num período pós guerra ( seria o mundo de Segunda Variedade após o retorno dos Humanos? ), cuja confiança no novo sistema penal é fundamental para o funcionamento do governo. Aqui somos levados a refletir sobre qual seria o melhor sistema para prevenir o crime, como julgar alguém que ainda não o cometeu e qual o papel da segurança pública.

O pagamento : Base do filme homônimo ( e outro dos meus prediletos), aqui a premissa inicial é a oposta do primeiro conto. Que tal um mercado baseado no apagamento de lembranças? Além disso, é mostrado como pequenos detalhes podem ser fundamentais em momentos-chaves, da mesma forma que no seriado "MacGyver -Profissão:  perigo". O quanto algumas vezes ter um barbante ou um durex na hora certa pode ser mais importante do que ter dinheiro.

O homem dourado: Fonte da ideia básica de "O vidente" ( um personagem capaz de ver alguns minutos no futuro), apenas a ideia base é aproveitada no filme policial de Nicolas Cage. No conto original temos um agência governamental caçadora de mutantes com poderes como este. Novamente retomando a questão da história ter sido escrita há mais de 50 anos, seria essa uma das inspirações para Stan Lee criar os "X-men" ?

Equipe de Ajuste:Base do filme "Agentes do destino", o conto é a única história com tom cômico, fechando o livro com um clima bem leve, lembrando até um pouco "O guia do mochileiro das galáxias" . O que você faria se o universo inteiro resolvesse dar um pausa pra manutenção? E a ideia de "O Pagamento" no qual pequenos detalhes tem grandes consequências é novamente colocada em prática.

  Para quem gosta de ficção científica e quer sair do tema "viagem espacial" ou simplesmente ver a origem de vários filmes ação  aqui temos um prato cheio! Compartilhem outras histórias onde a ideia de percepção de realidade alterada marcou você!